BA&N
Research Unit.

Stand4Good conclui primeiro ano de atividade

17 Maio, 2021

Em Portugal, o valor máximo anual per capita do agregado familiar elegível para a atribuição de Bolsas de Ação Social não pode ultrapassar os 8.962,05 euros. Com este teto. são milhares os alunos de ensino superior que não conseguem obter qualquer apoio por parte do Estado Português, mesmo que seja por alguns euros a mais. 

Esta situação cria diariamente dificuldades aos mais necessitados, sobretudo àqueles que têm de se deslocar para universidades e instituições de ensino superior fora da sua área de residência. 

A título de exemplo, no último ano letivo, o número de pedidos para atribuição de Bolsas, apenas na Universidade do Porto, foi de 7.730, tendo sido rejeitados 1.493, dos quais 774 pelo facto de o agragedao familiar ter um rendimento per capita superior ao estipulado e 132 que não obtiveram acesso às bolsas por uma capitação inferior a 500 euros por ano.

Com o objetivo de contribuir para suprir estas carências foi criada a Stand4Good, uma instituição sem fins lucrativos e que visam ajudar os alunos do ensino superior que mais necessitam. No primeiro ano de atividade, o objetivo era assegurar 20 bolsas a estudantes da Universidade do Porto em manifesta carência económica. No entanto, a Stand4Good foi muito além deste apoio.

Através dos diferentes Programas implementados - Programa de Desenvolvimento de Competências Pessoais e Profissionais, Programa Mentor e Programa de Integração Profissional – e de uma intervenção de proximidade que garante o acompanhamento dos jovens até à inserção na vida ativa, contribui para esbater o gap causado pelas desigualdades socioeconómicas, eliminar estereótipos e contrariar probabilidades, garantido uma sociedade mais justa e inclusiva.

A BA&N é parceira da Stand4Good deste a primeira hora e, partilha, o primeiro Relatório & Contas da instituição. 

Últimas Publicações